fbpx

Conheça a otoplastia, cirurgia plástica que corrige orelhas de abano

Conheça a otoplastia, cirurgia plástica que corrige orelhas de abano

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Durante o desenvolvimento do feto ou até mesmo em traumas em qualquer fase da vida, as orelhas podem sofrer deformidades. As chamadas orelhas de abano, ou orelhas proeminentes podem acarretar problemas de autoestima em quem as possui, mas a cirurgia plástica de otoplastia pode corrigir o problema. Conheça mais a respeito.

Otoplastia para correção das orelhas

A otoplastia é uma cirurgia plástica indicada para quem busca melhorar a aparência das orelhas. Com ela, é possível corrigir a forma, a posição ou as proporções das orelhas.

A otoplastia segue o desenho natural da orelha do paciente
A otoplastia segue o desenho natural da orelha do paciente

A cirurgia corrige um defeito na estrutura das orelhas presente desde o nascimento, que se torna aparente com o desenvolvimento, ou trata orelhas deformadas causadas por alguma lesão.

A otoplastia pode ser feita ainda na infância

Crianças a partir dos dez anos de idade já podem se beneficiar da otoplastia, uma vez que o processo de crescimento das orelhas já está completo até essa fase, sem que interfira no resultado.

Otoplastia pode ser feita a partir dos 10 anos
Otoplastia pode ser feita a partir dos 10 anos

A otoplastia irá criar uma forma natural, dando equilíbrio e proporção às orelhas e à face. A correção de deformidades menores irá beneficiar a aparência e a autoestima.

Como é feita a cirurgia de otoplastia

O procedimento cirúrgico dura, em média 90 minutos, e pode ser considerado simples. Na maioria dos casos, a anestesia é local com sedação.

O cirurgião faz pequenas incisões atrás da orelha a fim esculpir a cartilagem, reduzindo a distancia entre a orelha e o crânio. Dependendo do organismo de cada paciente, a técnica utilizada poderá remover ou não parte desta cartilagem, sempre buscando o resultado mais natural possível. Dependendo da deformidade de cada caso, alguns pacientes têm incisões de aproximadamente 1 a 2 mm, não sendo necessário dar pontos externos nem retirá-los.

A internação varia de acordo com cada paciente, mas em geral dura de 12 à 24h.

Pós-operatório da otoplastia

Embora fenômenos como edema (inchaço), equimoses e algum grau de inflamação sejam naturais, alguns cuidados podem amenizar a sua ocorrência e minimizar a possibilidade de outros problemas, como cicatrizes hipertróficas, quelóides, assimetrias, hematomas, etc.

Cuidados pós-operatórios da otoplastia são necessários
Cuidados pós-operatórios da otoplastia são necessários

É importante tomar os cuidados do pós-operatório para que a recuperação seja tranquila e o resultado seja um sucesso.

Cuidados necessários do pós-operatório

Após o processo cirúrgico, o médico irá recomendar o uso de uma faixa. É imprescindível o uso dela para se obter um bom resultado da otoplastia.

A utilização é necessária, principalmente na hora de dormir, para evitar que as orelhas se afastem do crânio ou não fiquem simetricamente posicionadas.

Deve-se levar em consideração que possa existir um leve grau de assimetria, uma vez que o cirurgião plástico irá seguir a dobra natural da orelha, apenas retirando o excesso de pele. É natural que as orelhas não sejam assimetricamente perfeitas, assim como nosso rosto de maneira geral.

Principais cuidados depois da cirurgia:

– Repouso em casa mínimo de 2 dias;

– Evitar baixar a cabeça por dez dias;

– Curativos e retirada dos pontos podem ser feitos no consultório, geralmente uma semana após a cirurgia;

– Cabelos podem ser penteados e lavados já nos primeiros dias após a cirurgia;

– Os primeiros banhos devem ser cuidadosos;

– Evitar exposição solar por pelo menos 30 dias;

– Não fazer esforço carregando peso por 30 dias;

– Uso da faixa para dormir por 30 dias em média (existem variações de acordo com a técnica de cada cirurgião);

– Academia e exercícios físicos devem ser reiniciados progressivamente a partir de 30 dias com caminhada e exercícios leves.

A cirurgia de otoplastia dói?

A dor é muito relativa de cada paciente. De modo geral, a cirurgia de otoplastia não dói, apenas causa um certo desconforto, natural de toda cirurgia.

No processo de cicatrização pode ocorrer coceira no local da cirurgia, que deverá ser evitada a coçar, uma vez que o local está sensível e um arranhão sem querer poderá levar a uma infecção.

Se você quer aumentar sua autoestima fazendo a correção das suas orelhas, entre em contato conosco e agende uma avaliação.

O que você achou dessa publicação?

Você também pode gostar