fbpx

Conheça mais sobre o assunto: cirurgia plástica reparadora

cirurgia plástica reparadora

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

A cirurgia plástica reparadora tem como objetivo devolver a autoestima para os pacientes, uma vez que corrige danos causados por queimaduras, sequelas após acidentes, queloides ou deformidades congênitas.

Saiba mais sobre a cirurgia plástica reparadora que avança à frente da cirurgia estética no Brasil.

Cirurgia plástica reparadora cresce cada vez mais

De acordo com uma pesquisa feita pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), entre os anos 2009 e 2014, a cirurgia plástica reparadora cresceu 40% no país.

Segundo a SBCP, o crescimento desse tipo de cirurgia foi reflexo do aumento de casos de câncer de pele entre os brasileiros, além do câncer de mama. Em ambos os casos o médico oncologista trabalha em conjunto com o cirurgião plástico para que a retirada do tumor esteja aliada a uma plástica corretiva.

Quais são as cirurgias plásticas reparadoras mais comuns?

Além da cirurgia plástica reparadora em casos de câncer de pele e mama, existem outros casos em que a cirurgia plástica reparadora também é muito comum:

  • Reconstruções pós-trauma de acidentes automobilísticos ou até mesmo domésticos;
  • Retirada do excesso de pele em casos de cirurgia bariátrica;
  • Queimaduras que deixam cicatrizes.

Cirurgia plástica reparadora em caso de acidentes

Em acidentes, seja de carro ou doméstico, a cirurgia plástica reparadora ajuda a devolver a autoestima e também a função dos membros ao paciente. Em casos em que a perna ou o braço se comprometem, por exemplo, a cirurgia irá reparar com enxertos de pele, retalhos cutâneos, musculares ou ósseos que vão auxiliar o paciente a voltar para sua rotina normalmente.

Cirurgia plástica reparadora em caso de queimaduras

Queimaduras de segundo e terceiro grau, consideradas profundas, podem gerar a perda de sensibilidade do local afetado, por isso antes de entrar com uma cirurgia plástica reparadora, é indicada a remoção da pele ferida para que a mesma não prejudique a cicatrização e evite o surgimento de infecções.

A cirurgia plástica reparadora adota as técnicas de enxerto ou retalhos e pode ser realizada tanto na fase aguda da queimadura como depois, o que o cirurgião plástico irá avaliar primeiramente é o grau da lesão ou perda da funcionalidade, em casos onde a queimadura atinge regiões de dobras do corpo (pescoço e axilas, por exemplo), pode ocorrer um dano parcial do movimento.

Cirurgia plástica reparadora em caso de bariátrica

Após a cirurgia bariátrica, a cirurgia plástica reparadora é muito indicada visto que pode surgir o excesso de pele em alguns locais do corpo, sendo de costume a barriga e os braços.

A cirurgia plástica reparadora tem o objetivo não só de retirar o excesso de pele, mas principalmente evitar os problemas que ele pode causar, como a dermatite nas dobras e a dificuldade de se movimentar, indo muito além de uma cirurgia estética.

Neste caso, a cirurgia plástica reparadora também auxilia na definição da silhueta do paciente, pois como a pele fica muito esticada com a grande quantidade de gordura, ela perde sua elasticidade e não volta a encolher quando o corpo emagrece muito rapidamente.

Cirurgia plástica reparadora para corrigir cicatrizes

cirurgia plástica reparadora cicatrizes

Uma cirurgia plástica reparadora que também muito comum é a que corrige cicatrizes antigas. Isso porque com o avanço da tecnologia na área de cirurgia, uma nova forma de não deixar cicatrizes surgiu: a cola cirúrgica, uma substância líquida adesiva que fecha incisões sem precisar de pontos. Assim ela impede a entrada de microrganismos e o resultado é uma cicatriz praticamente invisível.

Todas as cirurgias plásticas reparadoras auxiliam o paciente a viver sua vida normalmente, seja em casos em que ocorram acidentes ou em más formações congênitas, com elas é possível elevar a autoestima de quem sofre com traumas causados por danos que deixam cicatrizes.

A Clínica Dr. Paulo Militão conta com um corpo clínico especializado em cirurgia plástica reparadora. Para saber mais, entre em contato conosco:

Telefone (45) 3035-6527

WhatsApp (45) 9 8408-6553

Atendemos pelos planos Unimed e PAM Saúde.

O que você achou dessa publicação?

Você também pode gostar

O que você está procurando?

Siga nossas redes sociais