Radiofrequencia: vamos tratar estrias, celulites e gorduras localizadas

Radiofrequencia

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O começo das aplicações utilizando radiofrequência, começou a ser utilizada pela primeira vez no século XIX, pelo físico francês Jacques-Arsène D’Ansorval, e vem sendo utilizada ate hoje nas práticas da dermatologia estética.

A radiofrequência tornou-se um padrão de tratamento estético com muitas indicações, devido à sua versatilidade, eficácia e segurança.

O tratamento por radiofrequência é uma aplicação estética, utilizado no combate à flacidez do rosto ou do corpo, sendo muito eficaz para eliminar rugas, linhas de expressão, celulite, e até mesmo a gordura localizada, sendo um método seguro com efeitos duradouros.

Equipamento tem diversas ponteiras para tratar diferentes áreas
Equipamento tem diversas ponteiras para tratar diferentes áreas

O que é a radiofrequência?

O aparelho de radiofrequência eleva a temperatura da pele e do músculo, para aproximadamente 40ºC, e isto contrai o colágeno existente, e aumenta a produção de mais fibras de colágeno e elastina, dando mais sustentação e firmeza à pele.

A técnica age através da geração de calor no tecido embaixo da pele, que induz a produção de novas fibras de colágeno e melhora o aspecto da pele. Para isso, são emitidas correntes de alta frequência, que contam com uma tensão aproximada de 30.000 a 40.000 Volts, e com frequência de 1560 a 2000 quilohertz.

Além disso, a elevação da temperatura rompe as membranas das células de gordura, fazendo com que esta seja eliminada do corpo. Os resultados podem ser observados nos primeiros dias logo após a primeira sessão, e o resultado é progressivo, e por isso, quanto mais sessões, maiores e melhores serão os resultados.

Preparação e aplicação da radiofrequência
Preparação e aplicação da radiofrequência

Para que serve a Radiofrequência

A radiofrequência é indicada para o tratamento de flacidez, rugas, celulite e estrias.

O procedimento também é muito indicado para tratar Fibroses e Aderências Cicatriciais.

Estes benefícios garantem resultados eficazes em diversas patologias. Conheça algumas das indicações e resultados da radiofrequência:

  • Celulite – o uso desta tecnologia na celulite tem dois objetivos: a resolução da fibrose, caracterizada pelo aprisionamento dos adipócitos e linfa, e a própria facilitação da drenagem, utilizando o aumento da vascularização sanguínea gerado pelo calor interno para estimular a drenagem linfática, reduzindo as concentrações de toxinas das células adiposas e consequentemente seu tamanho.
  • Estrias – Os efeitos de reorganização das fibras colágenas permitem a possibilidade de uso da radiofrequência na correção das estrias atróficas em qualquer estágio.
  • Estética íntima – a radiofrequência é uma boa alternativa para o tratamento da flacidez dos grandes lábios vulvares, principalmente na percepção pessoal, gerando um efeito de “preenchimento” da região.
  • Gordura localizada – o uso desta tecnologia promove o aumento da vascularização local, ativando o metabolismo enzimático, ocorrendo o extravasamento do triglicerídeo para fora da célula, reduzindo assim o tecido adiposo (gordura).
  • Rejuvenescimento – a radiofrequência é indicada para flacidez tissular (de pele) corporal e facial. O aumento do calor proporciona a contração das fibras colágenas e elásticas da pele, ocorrendo então a formação de um novo colágeno adicional, melhorando a tonicidade e sustentabilidade da pele.

Quais os benefícios da radiofrequência?

O tratamento pela radiofrequência é indicado para flacidez da pele e redução de rugas e gordura localizada.

Por ser eficaz para diminuir a camada adiposa, também pode ser feito uso da radiofrequência para celulite, uma vez que reduz a inflamação das células de gordura e melhora o aspecto dos “furinhos na pele”.

Como a técnica diminui a camada adiposa, a pele fica mais tonificada, pois aumenta oxigênio e nutrição do tecido e realiza a neocolagênese (formação de um novo colágeno).

Quais áreas do corpo podem se tratadas?

A radiofrequência facial pode ser aplicada no rosto e a corporal, em diferentes partes, como barriga, bumbum e pernas, exceto na região da tireoide.

Outra área de aplicação bastante requisitada é no abdomen
Outra área de aplicação bastante requisitada é no abdomen

Cuidados após o tratamento

A recuperação é imediata.

O tratamento é indolor, não agride e nem provoca reações à pele, e pode ser realizado em qualquer cor de pele e época do ano, não alterando a rotina diária do cliente.

Quando é indicado realizar a radiofrequência?

A radiofrequência é um excelente tratamento estético que pode ser indicado para:

  • Diminuir as rugas;
  • Melhorar a aparência da pele;
  • Melhorar a qualidade do colágeno e da elastina;
  • Reorganizar as fibras de colágeno e elastina;
  • Melhorar a microcirculação;
  • Melhorar a hidratação da pele;
  • Aumentar a oxigenação;
  • Acelerar a eliminação de toxinas;
  • Reduzir celulite;
  • Combater estrias e fibroses;
  • Melhorar a aparência das cicatrizes;
  • Combater a gordura localizada na barriga, culote, flancos, braços, papada;
  • Combater a flacidez em qualquer área do corpo;
  • Combater a celulite por melhorar a firmeza da pele e queimar a gordura local.

Nossa especialista irá realizar uma avaliação, que é totalmente gratuita, e nessa avaliação, vamos indicar os locais mais recomendados para serem tratados com a radiofrequência, e também qual o número de sessões para ter melhores resultados.

Quais os riscos da radiofrequência?

Os riscos da radiofrequência estão relacionados à possibilidade de queimadura na pele, pelo mau uso do equipamento.

Como a radiofrequência eleva a temperatura local, o profissional deverá observar constantemente se a temperatura do local em tratamento não ultrapassa os 41ºC.

Manter o equipamento sempre em movimentos circulares evita o sobreaquecimento de uma determinada região, diminuindo o risco de queimadura.

Pessoas com mais idade e que possuem muitas rugas na face e uma pele muito flácida poderão ficar novamente com um rosto mais jovem, com menos rugas, mas será necessário realizar um maior número de sessões.

Quem não pode fazer o tratamento por radiofrequência?

O tratamento com radiofrequência é indicado para adolescentes e adultos saudáveis, que tenham a pele íntegra.

No entanto, o tratamento possui algumas contraindicações que incluem:

  • Pessoas que estejam com febre;
  • Mulheres que estejam em período de gravidez (gestantes);
  • Pessoas que estejam em processo de tratamento por quimioterapia,
  • Se o paciente apresentar qualquer disfunção ou doenças, onde ocorrem alterações no colágeno, como a queloide por exemplo;
  • Prótese metálica na região a ser tratada;
  • Hipertensão arterial;
  • Diabetes pela alteração da sensibilidade no local a ser tratado.

Agende sua avaliação! É gratuita!

É sempre recomendável agendar sua avaliação gratuita e conversar com a nossa esteticista responsável, que irá passar todas as informações que você precisa sobre o procedimento, e também irá realizar o planejamento das suas sessões para que você tenha o máximo de resultados.

Ligue agora e agende seu horário:

📞 Telefone (45) 3035-6527

📱 WhatsApp: (45) 9 8408-6553

Messenger: @paulomilitao

O que você achou dessa publicação?

Você também pode gostar