Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

A redução de mama para os homens é a correção cirúrgica das glândulas mamárias demasiadamente desenvolvidas ou grandes.

A ginecomastia é uma condição comum em homens de qualquer idade, podendo ser resultado de alterações hormonais, condições de hereditariedade, doença ou utilização de certas medicações. A ginecomastia pode causar desconforto emocional e prejudicar a autoconfiança. Alguns homens passam a evitar determinadas atividades físicas e intimidade simplesmente para esconder sua condição.

A ginecomastia é caracterizada por:

  • Excesso de gordura localizada,
  • Excesso de desenvolvimento do tecido glandular,
  • Uma combinação de ambos: excesso de tecido adiposo e glandular.
  • A ginecomastia pode ocorrer unilateral ou bilateralmente.

É indicada para mim?

A cirurgia de ginecomastia é um procedimento individualizado e você deve fazê-lo para si mesmo, não para satisfazer os desejos de outra pessoa ou para tentar se adaptar a qualquer tipo de imagem ideal.

Este procedimento será uma boa opção para você se:

  • Você estiver fisicamente saudável e com peso relativamente normal,
  • Você tem expectativas realistas,
  • O desenvolvimento da mama se estabilizou,
  • Você se sente incomodado com a sensação de que suas mamas são muito grandes.
  • Os adolescentes podem se beneficiar da cirurgia, embora procedimentos secundários possam ser necessários, futuramente, devido à continuidade do desenvolvimento da mama.

A correção cirúrgica da ginecomastia é melhor executada em:

  • Homens cuja condição não pode ser corrigida através de tratamentos médicos alternativos,
  • Indivíduos saudáveis que não tenham doença com risco de vida ou condições médicas que possam prejudicar a cicatrização,
  • Não fumantes e não usuários de drogas,
  • Homens com visão positiva e metas específicas para melhorar os sintomas físicos da ginecomastia.

O que saber antes de se submeter à cirurgia de ginecomastia:

O sucesso e a segurança do procedimento dependem muito de sua sinceridade durante a consulta. Você será questionado sobre sua saúde, desejos e estilo de vida.

Esteja preparado para discutir:

  • A razão pela qual quer se submeter à cirurgia, suas expectativas e o resultado desejado,
  • As condições médicas, alergia medicamentosa e tratamentos médicos,
  • Uso atual de medicamentos, vitaminas, medicamentos naturais, álcool, fumo e drogas, incluindo esteróides,
  • Cirurgias prévias.

O cirurgião também poderá:

  • Avaliar o seu estado geral de saúde e todas as condições pré-existentes de saúde ou fatores de risco,
  • Realizar exames diagnósticos para determinar a causa subjacente da ginecomastia, que podem incluir testes de sua função endócrina,
  • Examinar suas mamas e tirar medidas detalhadas de seu tamanho e forma, verificar a qualidade da pele, a posição dos mamilos e as aréolas,
  • Tirar fotos para seu prontuário médico,
  • Discutir suas opções e recomendar o tratamento mais adequado,
  • Discutir os prováveis resultados de correção de ginecomastia e quaisquer riscos ou complicações potenciais,
  • Discutir o tipo de anestesia a ser utilizada durante o procedimento

Preparando-se para a cirurgia.

Previamente à cirurgia, pode ser necessário:

  • Fazer exames de laboratório ou avaliação médica,
  • Tomar certos medicamentos ou ajustar seus medicamentos atuais,
  • Parar de fumar bem antes da cirurgia,
  • Evitar tomar aspirina, antiinflamatórios e medicamentos naturais, pois podem aumentar o sangramento.

Instruções especiais:

  • O que fazer no dia da cirurgia (tempo de jejum, medicações, banho),
  • Cuidados pós-operatórios.
  • O procedimento deve ser realizado em local seguro e confortável para o médico e o paciente, em centro cirúrgico autorizado pela Vigilância Sanitária, com equipamentos e equipe treinada para qualquer intercorrência