Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

A otoplastia é indicada para homens e para mulheres que não estão satisfeitos com a aparência das orelhas. Pode ser feita na infância, na adolescência ou na fase adulta.

Pode melhorar a forma, a posição ou as proporções das orelhas. A cirurgia corrige um defeito na estrutura das orelhas presente desde o nascimento, que se torna aparente com o desenvolvimento, ou trata orelhas deformadas causadas por lesão. A otoplastia cria uma forma natural, dando equilíbrio e proporção às orelhas e à face. Correção de deformidades menores pode beneficiar a aparência e a autoestima.

O procedimento cirúrgico geralmente não dura mais que 90 minutos e pode ser considerado simples. Na maioria dos casos, a anestesia é local com sedação e o período de internação é de um dia ou até menos (12 horas).

O cirurgião faz pequenas incisões atrás da orelha a fim esculpir a cartilagem, reduzindo a distancia entre a orelha e o crânio. Dependendo do organismo de cada paciente, a técnica utilizada poderá remover ou não parte desta cartilagem, sempre buscando o resultado mais natural possível.Dependendo da deformidade de cada caso, alguns pacientes tem incisões de aproximadamente 1 a 2 mm, não sendo necessário dar pontos externos nem retirá-los.

Anestesia:

pode variar de acordo com o organismo e com condição de saúde de cada paciente, podendo ser apenas anestesia local, local com sedação ou geral.

Tempo de Duração:

1 a 2 horas.

Tempo de Internação:

12 a 24 horas.

Curativos:

mantido por 1 a 5 dias, dependendo da rotina do cirurgião.

Incisões:

as incisões são muito pequenas e se localizam atrás das orelhas para que a cicatriz fique “escondida” pelos cabelos.

Cicatrizes:

muito discretas, geralmente inaparentes.

Pontos:

a retirada é feita, de maneira geral, em uma ou duas semanas.

Depois da cirurgia (pós-operatório):

Embora fenômenos como edema (inchaço), equimoses e algum grau de inflamação sejam naturais, alguns cuidados podem amenizar a sua ocorrência e minimizar a possibilidade de outros problemas, como cicatrizes hipertróficas, quelóides, assimetrias, hematomas, etc.Um pós-operatório bem feito é fator determinante para o sucesso da cirurgia. Para saber mais sobre o assunto, veja nosso artigo sobre pós-operatório em cirurgia plástica.

Para o bom resultado da otoplastia, uma recomendação muito importante é com relação a faixa que se usa após a cirurgia, principalmente ao dormir. Esta faixa é parecida com a faixa de um tenista e envolve a cabeça por um tempo para evitar que as orelhas se afastem do crânio ou não fiquem simetricamente posicionadas.

É importante lembrar que algum grau de assimetria é esperado, pois nada é absolutamente igual na natureza. Observe que sempre temos uma sobrancelha mais baixa que a outra, que sempre temos um braço mais fino que o outro e que tudo mais que for comparado mostrará alguma diferença. (saiba mais em nosso artigo sobre simetria em cirurgia plástica).

Principais cuidados depois da cirurgia:

  • Repouso em casa mínimo de 2 dias;
  • Evitar baixar a cabeça por dez dias;
  • Curativos e retirada dos pontos podem ser feitos no consultório, geralmente uma semana após a cirurgia;
  • Cabelos podem ser penteados e lavados já nos primeiros dias após a cirurgia;
  • Os primeiros banhos devem ser cuidadosos;
  • Evitar exposição solar por pelo menos 30 dias;
  • Não fazer esforço carregando peso por 30 dias;
  • Uso da faixa para dormir por 30 dias em média (existem variações de acordo com a técnica de cada cirurgião);
  • Academia e exercícios físicos devem ser reiniciados progressivamente a partir de 30 dias com caminhada e exercícios leves.