Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Preparação para o procedimento

Antes de iniciar o procedimento deve-se fazer a tricotomia da região usando lâminas ou tesoura. Em geral, se aplica um gel na área a ser tratada que ajuda e minimizar os efeitos térmicos produzidos pelo laser para não lesar a pele. Se possível, deve-se utilizar um laser com ponteira resfriada que protege a pele durante o procedimento. Embora o procedimento seja geralmente indolor, pode-se utilizar anestesia tópica em casos de sensibilidade à dor.

É necessário usar óculos de proteção para proteger os olhos da intensidade da luz produzida pelo laser. A extensão do procedimento de depilação a laser depende da área a ser tratada. Em procedimentos em pequenas áreas como axilas, apenas alguns minutos são necessários, enquanto áreas maiores como pernas, requerem aproximadamente uma hora.

Procedimento da depilação a laser

Durante o procedimento, o médico direciona o laser sobre a área a ser tratada. Com o pulsar intermitente do laser, ele emite energia de luz, que se propaga na pele, sendo absorvida pelos folículo pilosos. Folículos pilosos em fase anágena tem mais pigmento que folículos em outras fase de crescimento do ciclo. Assim, são capazes de absorver a energia da luz emitida pelo laser. Os folículos pilosos que absorvem energia, ou calor do laser, serão danificados.

Pelos presentes nos folículos no momento do tratamento se desprendem, e ocorre comprometimento do crescimento de pelos. Como nem todos os pelos se encontram em fases idênticas de crescimento, apenas um procedimento é incapaz de tratar todos os folículos pilosos em determinada área. À medida que os folículos em fase de transição e fase de latência voltam à fase de crescimento observa-se crescimento de pelos na região. Por isso, múltiplos tratamentos são necessários para tratar completamente apenas uma determinada área.

Recuperação da epilação a laser

Após procedimento, a pele se torna vermelha ou irritada. Entretanto, a vermelhidão se reduz em um a dois dias. O médico pode recomendar o uso de cremes para proteger a pele no período de cicatrização. Também é importante utilizar filtros solares algumas semanas após o procedimento. Não se deve usar produtos que possam irritar a pele como alfa hidroxi ácidos ou adstringentes abrasivos. Não é recomendado raspar ou depilar a área de tratamento.

Resultados da depilação a laser

É possível notar alguns pelos na superfície da pele dentro de 7 a 10 dias após o tratamento. Estes pelos geralmente se desprendem dos folículos pilosos danificados durante o tratamento. Entretanto, nota-se também pelos novos em algumas semanas, à medida que folículos pilosos em fase de latência durante o tratamento reentram em fase de crescimento.

Assim, deve-se fazer múltiplas aplicações com intervalos de 4 a 8 semanas aproximadamente. Embora o número de tratamentos varie de individuo a individuo, a maioria recebe de seis à oito aplicações. Os resultados da epilação a laser dependem do tom da pele, tipo de pelo, e fase de crescimento do pelo tratado.

É importante notar que a epilação a laser não evita o crescimento completamente. Entretanto, a epilação a laser pode reduzir significativamente o crescimento dos pelos com o tempo, conferindo aparência lisa e sem pelos à pele.